Tudo de Bonn

Desde que voltei de Portugal, demorei a conseguir pôr a vida em ordem. Dia 7 comecei o estágio dos meus sonhos na ONU em Bonn, Alemanha. Na primeira semana do estágio, ainda morando na casa da minha irmã e do meu cunhado em Untershausen, viajava 90 Km todos os dias de carona com meu cunhado, de casa para o estágio, e mais outro tanto na volta. Desde dezembro vinha procurando um lugar para morar em Bonn até o fim de março, quando volto ao Brasil. A procura foi estressante e eu quase pus fogo na família inteira (meus pais e minha “outra” irmã e meu “outro” cunhado, após a viagem em família a Lisboa, ainda ficaram em Untershausen por uma semana). Felizmente, encontrei um quarto bem legal na sexta-feira, dia 11, a tempo de evitar queimaduras graves, e as leves já foram tratadas. 🙂

Na última segunda-feira, dia 14, fiz a mudança para o quarto alugado: duas malas de roupa e um rancho de supermercado supersized que minha irmã e meu cunhado me deram! A desvantagem é que o quarto não é muito perto do Secretariado do Clima; levo uns 40 minutos combinando dois ônibus e uma caminhadinha básica. Ainda assim, não é uma desvantagem em termos relativos, já que nenhum dos outros quartos ou apartamentos que poderia ter alugado era muito próximo da ONU.

Além do mais, os pontos positivos do quarto escolhido são muito mais numerosos que os negativos! A localidade onde moro (Bonn-Kessenich) é tranqüila, e o bonde (Straßenbahn) para o centro de Bonn passa a cada 10 minutos. O quarto é espaçoso e totalmente mobiliado, e o valor do aluguel é justo. A proprietária fala um alemão claríssimo que eu compreendo quase sempre. O problema, por enquanto, é responder em alemão, mas quando me aperto falo inglês, que ela entende e fala bastante bem. No mais, a gente nem se encontra tanto assim. Eu saio cedo e volto tarde, e ela é aposentada e passa bastante tempo fora de casa (carpe diem)!

Agora, um pouco sobre o meu estágio. Nos primeiros dias precisei resolver muitos trâmites burocráticos com o fim de “existir” de fato e de direito na ONU: um verdadeiro tour por diversos departamentos, coletando assinaturas para ter contrato de estágio, Internet, intranet, telefone, crachá, cartão eletrônico para liberar as portas de acesso… Ainda assim, desde logo me deram algumas tarefas práticas, principalmente de pesquisa na “legislação internacional” sobre mudança climática. Na quinta-feira da primeira semana (dia 10) minha supervisora voltou de férias, e juntos estruturamos o projeto de pesquisa que devo desenvolver, com vistas a um artigo a ser escrito durante o estágio. Já estou aliás bastante adiantado na pesquisa: de acordo com o meu plano de trabalho, terminei ontem a tarefa da semana que vem. (¡Dale Guri!)

Os colegas do Legal Affairs (Compliance) Programme (que, evitando a pobreza da tradução literal, prefiro chamar de “Departamento Jurídico”) são show. Todos, por mais trabalho que tenham, são acessíveis, atenciosos e dedicados, da assistente administrativa até o chefão. O ambiente de trabalho também ajuda: o Departamento Jurídico fica no sexto andar, o mais alto e por isso também o mais bem iluminado do prédio C. Minha sala (C-609) tem duas áreas de trabalho, mas por enquanto estou sozinho. Tenho uma mesa enorme, um computador, um armário, além de material de consumo à disposição. Na porta da sala tem até uma plaquinha com meu nome… até parece que eu sou grande coisa! 😛

O complexo onde o Secretariado do Clima está instalado fica às margens do Rio Reno, junto à Haus Carstanjen, um castelinho onde foi assinado o Plano Marshall. Fotos, fotos…

À esquerda, o prédio C do complexo; à direita, parte da Haus Carstanjen.

Haus Carstanjen, vista da margem do Rio Reno.

O Rio Reno, visto das proximidades da Haus Carstanjen!(O dia em que tirei essas fotos foi o último com sol antes de um tempo bem chuvoso na segunda semana. O inverno não está muito rigoroso [mudança climática!!!], e está bastante semelhante ao de Pelotas, com temperaturas entre 5 e 12 graus Celsius.)

Uma funcionária brasileira do Secretariado ficou sabendo que o Legal Affairs tinha um estagiário também brasileiro, e entrou em contato; uns dias depois almoçamos juntos ali por perto e conversamos bastante. Também há poucos dias conheci os outros estagiários: uma finlandesa (Outi), uma alemã (Barbara) e um alemão (pois é, que dúvida… Martin!). Todos têm mais ou menos a mesma idade, são alguns aninhos mais velhos que eu, e trabalham os três na mesma sala no ATS Programme (Adaptação, Tecnologia e Ciência). Na última quinta-feira, agora que eu sou um legítimo residente de Bonn, saímos os quatro juntos ao centro da cidade para uma divertida reuniãozinha de integração – pizza, café pra mim e cerveja pra eles (típico! haha!), e muito papo e trocas de experiências.

Falando em socialização e comida… Mmm! Quase todos os dias (quando não trago lanche de casa, porque o mega-rancho sobre o qual comentei precisa ser consumido!) eu vou almoçar na cantina do Secretariado. É um restaurante indiano; ou seja, muito curry, todos os dias! Ao combinar o almoço com a funcionária brasileira, ela me pediu, por favor, que fôssemos a outra cantina ali perto, que ela não podia mais com curry… Hehe! Eu (ainda) não me importo e tenho gostado; também é bom para mim porque não faltam comidas vegetarianas, e porque aproveito para almoçar conversando com o pessoal do Legal Affairs e funcionários de outros programas que já conheço ou que vou conhecendo nessas oportunidades, ou com os outros estagiários.

Na última quinta-feira conheci o Herr Heisen, o “vizinho” que aluga o quarto ao lado. Ele mora em outra cidade com a família, mas trabalha nos Correios (Deutsche Post) em Bonn, e por isso às vezes pernoite na cidade. O vizinho gentilmente me ofereceu uma carona na sexta-feira de manhã até a sede dos Correios, conhecida como Post Tower. Trata-se de um dos maiores arranha-céus da Alemanha, com 162,5 metros e 41 andares. O Herr Heisen me contou que trabalha no décimo-oitavo, com vista para o Reno, e que nos dias bonitos do seu escritório consegue ver até a cidade de Colônia (30 Km ao norte de Bonn). Deve ser mesmo um ambiente de trabalho muito insalubre! Desumano… 😉

Saindo da Post Tower chego em 10 minutos de ônibus ao Secretariado. Será ótimo se puder contar com uma carona do Herr Heisen mais vezes, ou se finalmente levar a bicicleta da minha irmã para Bonn, mas mesmo sem essas facilidades já me viro superbem no transporte coletivo de Bonn, que é bastante abrangente (embora nem sempre tão pontual quanto eu imaginava e desejava!). Comprei (preciso ressaltar isto, com muito orgulho: comprei falando alemão com a funcionária!) um MonatsTicket de estudante/estagiário. Esse passe mensal sai bem mais em conta que comprar bilhetes de ida e volta todos os dias, e é até melhor, porque permite usar livremente todo o transporte coletivo de Bonn (metrô, bonde e ônibus).

Agora, uma semana depois de estar bem instalado, morando em Bonn e acostumado com a rotina, vou procurar me engajar nas atividades da Igreja Protestante Americana que há quase na frente do Secretariado… Poderia ser melhor – uma igreja anglófona quase em frente ao Secretariado?! Já conheço a pastora e o líder dos jovens dali. Pretendo me envolver no coro, se me aceitarem, e no grupo de jovens, se puder conciliar os horários das reuniões com o estágio.

O ideal talvez fosse procurar uma igreja de fala alemã, ou procurar um coro da cidade para cantar em alemão, mas simplesmente não tenho coragem… Também não quero ficar só sorrindo pras pessoas, entendendo muita coisa, mas sem conseguir me comunicar! Quem sabe daqui a algum tempo, quando estiver melhor no alemão? Tenho estudado em casa, à noite, depois do estágio. A proprietária da casa onde eu moro até me elogiou; disse que falo melhor dia após dia… 😀 Espero que não esteja apenas sendo simpática!

PRONTO! Nem acredito que consegui fazer um relato de todas as novidades das últimas duas semanas, e num nível razoável (profundo mas não demasiado) de detalhamento… ou será que me passei como sempre? Hay que ter em conta que cobri duas semanas, hein, então acho que não me passei muito, não! 😉 Acho que a essas alturas deve estar bastante evidente o fato de que estou muito feliz com tudo o que tenho vivido nas últimas semanas. Eu já sonhava fazia algum tempo com este estágio na ONU… só não sabia que a experiência como um todo ia ser tudo de Bonn!

Anúncios

2 ideias sobre “Tudo de Bonn

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s