Bad day: please don’t take a picture

Derramei um pouco de café na escrivaninha hoje de manhã. De fato, não foi muito (portanto, sem grandes estragos); mesmo assim, além da quantidade ótima (que é nada!). O mais grave foi um suave “collateral damage” a uns livros emprestados. (Glup.) Me senti muito mal com isso… nunca derramei café em coisas importantes. Mais do que isso, sempre achei absurdo que alguém tivesse a capacidade de derramar café em coisas importantes. Pronto, vivendo e aprendendo a não julgar ninguém em situação nenhuma.

Me apatralhei total e não consegui terminar as leituras para International Law (pela primeira vez no semestre!). “Tudo bem, pela primeira vez no semestre”, e era uma quantidade grande de leituras (cobrindo nada menos que a segunda Guerra do Golfo e o caso da Nicarágua na Corte Internacional de Justiça e os conflitos na República Democrática do Congo). O problema, mesmo, era não conseguir ler tudo justo no dia em que eu razoavelmente achava que seria chamado pelo professor. Na aula anterior ele tinha chamado alunos do fim da lista, por isso eu imaginava que hoje ele haveria de voltar ao início. E voltou. E chamou minha colega Fulaninha Bradley. E eu pensei, “putz, Bradley… Brauch… ai, hoje não, hoje não”. E ele não me chamou! Avançou pro meio da lista; chamou alguém de sobrenome com inicial “M”. Bah, acho que cheguei a suspirar de alívio.

Depois da aula comprei comida num restaurante (com desconto para alunos da NYU, yay) e, como o dia estava bonito, fui almoçar no Washington Square Park. (Aqui tem muito isso de comida “pra levar”, servida em recipientes descartáveis. Fico meio mal com o aspecto antiecológico… mas às vezes é demais remar contra a corrente, especialmente quando não se tem grana. Ai, será que estou indo contra os meus princípios? Pelo menos ainda penso neles!)

Já almocei outras vezes no Washington Square Park. Sempre é uma experiência interessante, mas a de hoje foi particularmente interessante. Primeiro, porque estava friozinho e com sol. Depois porque além dos esquilos frenéticos tinha várias pessoas passeando com seus cachorros, então a coisa estava mesmo um zoológico.

E por aí, claro, começam as bizarrices típicas de Washington Square Park. Um brasileiro (pelo menos acho que era, porque estava falando no telefone em português, com sotaque de brasileiro), estudante da NYU (disso eu tenho certeza porque vi que ele tinha na mão uma carteirinha da universidade), passou caminhando pela frente do banco onde eu estava sentado pelo menos umas três vezes em meia hora, sempre falando ao telefone. (Suponho que ele tenha a mesma mania que eu, de ficar caminhando de um lado para outro durante os telefonemas, só que um pouco turbinada – eu faço isso em casa, normalmente não em praça pública.)

Depois do brasileiro-falante-caminhante, apareceu um cara que me ofereceu drogas (nunca tinha me acontecido). Mas ele perguntou sutilmente, e eu respondi sutilmente (que não!), e ele foi embora sutilmente. Pronto. Muito Washington Square Park!

Ainda me apareceu um cara oferecendo uma cópia d’A Origem das Espécies, de Charles Darwin. De graça. “De graça?”. Pensei, “já não vou muito com essa teoria, e tenho tanta coisa pra ler pra faculdade que nem daria tempo mesmo, e sempre desconfio de presentes de estranhos, e já tô desconfiado por causa do carinha que veio oferecer drogas”, e recusei.

Por fim, fui à biblioteca da faculdade… e escrevi uma proposta de paper. Coisa meio maluca de se fazer a essas alturas do semestre, especialmente com tanto para estudar, e ainda mais num dia já meio de pé esquerdo como hoje… mas vamos ver o que o professor diz.

Uma ideia sobre “Bad day: please don’t take a picture

  1. Fabiane

    te entendo perfeitamente, primo, quanto a questão ecológica. é muito difícil remar contra a corrente, mas… sempre que dá, a gente tenta.ah, e eu sou fão de comprar um subway e sentar na praça da alfândega. mas as coisas bizarras lá são mais bizarras que as daí. te garanto!!!bjs

    Curtir

    Resposta

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s