Turbilhão da penúltima semana

Não pode ser! Já estou mais pra cá do que pra lá, ou mais pra voltar do que pra ficar, ou estou há mais tempo aqui do que o tempo que ainda tenho para ficar. Ou, em suma: das cinco semanas de meu período na Argentina, só faltam duas. E já sinto por antecipação que voy a extrañar la Argentina…

Aparte disso, ainda tem toda a complexa questão do meu trabalho. Nas três primeiras semanas, redigi o projeto que tinha na cabeça, fiz as leituras que tinha de fazer (ou pelo menos as que me propus a fazer!) e desenvolvi três capítulos do texto. E, bem, estou feliz com minhas trinta e poucas páginas. Mas agora, na quarta semana, chega o momento em que, como digo de brincadeira, tenho que jogar tudo o que fiz até agora em uma panela, sacudir e ver se explode – ou seja, fazer a síntese, que é sem dúvida a parte mais difícil.

As fotos de hoje são do Parque Saavedra, por onde passo todos os dias no caminho entre a hospedaria e a fundação. Ali, à tardinha, uma galera se reúne para jogar futebol, outros vão caminhar ou correr, uns casaizinhos ficam a namorar, e alguns grupos de amigos se encontram para tomar mate ou jogar conversa fora. O lugar é uma tranqüilidade só. É a ilustração perfeitamente contrária ao turbilhão de idéias e preocupações em que está minha mente neste início de semana.



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s