Futebol e estatística

Todos estão cansados de saber e por isso não vou perder tempo com comentários mais elaborados do que este: o Brasil jogou muito mal. Total bola fora. A França, com um futebol superior, mereceu a vitória. Bravo, Zidane !

Acho que falo por toda a nação quando digo que brasileiro sabe perder. A gente não perde a dignidade – até porque as cinco estrelas não permitem! – nem parte pra agressão física no fim do jogo, causando escândalo e maculando a festa mundial do futebol. Quem é vivo sabe que me refiro aos hermanos, é claro. A gente pode perder o jogo, mas nunca a oportunidade de ser superior a eles. 😀

Com Brasil na Copa, era “que vença o Brasil”, por mais podre que estivesse a Seleção (e de fato estava). Agora que o Brasil caiu fora, é “que vença o gaúcho” – nosso Felipão e o seu time simpático. Mas, se não der, tudo bem. Não me importa mesmo essa Copa do Mundo. Até porque não é mais do Mundo – é só da Europa.

O que eu queria mesmo comentar hoje é que acaba sendo engraçado o emprego da estatística no futebol, como se fosse parâmetro pra qualquer coisa. A cada ano de Copa, as seleções mudam, os técnicos mudam, as táticas mudam, mas tem gente que faz comparações como se tudo fosse igual. Raciocínios espetaculares (pseudo-lógicos) são construídos… como este aqui:

1994: Brasil vence a Copa
1998: Brasil esbarra na França
2002: Brasil vence a Copa
2006: Brasil esbarra na França
2010… Brasil vence a Copa, é evidente!

(Ainda mais grave é constatar que tem quem faça esse tipo de constatação simplista mesmo em coisas infinitamente mais complexas – como a economia, por exemplo.)

Esqueça-se a estatística. O negócio é baixar o nariz empinado e jogar bola. Sem isso, a probabilidade de caírem estrelinhas do céu pra camisa canarinho… é nula!

Anúncios

5 ideias sobre “Futebol e estatística

  1. avassaladora romântica

    como ninguém? ¬¬o assunto copa do mundo rende tanto que circulam pela internet várias teorias conspiratórias, envolvendo nike, cbf, fifa e a mãe do badanha. e, a propósito, eu não torci pela alemanha, torci CONTRA A ARGENTINA! uaeoiuaeioeuioa!!! :Dagora sou portugal desde pequenininha o/

    Curtir

    Resposta
  2. SamiAguiar

    Não sei vocês, mas se aquela seleção do país vizinho – cujo nome não ouso pronunciar para não profanar meu coração brasileiro – jogasse contra um time composto de onze caninos, eu iria para a beira do campo, só para ter o prazer de gritar “au, au, au”! Hehehe!

    Curtir

    Resposta
  3. Bruno

    Qual o problema com a Argentina? Eu simpatizo tanto com eles, acho até que nós gaúchos somos mais argentinos do que brasileiros. Pelo menos me identifico muito com os argentinos que conheço, mais do que com cariocas ou baianos.

    Curtir

    Resposta
  4. avassaladora romântica

    correção: agora sou Itália desde pequenininha :Pe torcer contra a Argentina é aquela rivalidade saudável, divertida de se manter. Samuelito, me chama pra torcer contigo quando o dito jogo ocorrer, hein?! :D:*

    Curtir

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s