Trabalhando (mas nem tanto) no sábado

É sábado, mas o fim de semana não começou para mim. Resolvi ficar em casa adiantando serviço, para poder folgar um dia útil em Buenos Aires. E talvez tenha sido uma das minhas melhores escolhas que fiz desde que estou aqui: o calor que fez em La Plata durante o dia foi terrível, mas quase não o senti, porque fiquei o dia inteiro em casa. No fim das contas, não trabalhei tanto quanto queria – mas desse comentário se deve descontar minha auto-exigência quase neurótica.

Aliás, quando ao fim da tarde falei com minha mãe pelo voip e lhe contei isso (que não tinha trabalhado tanto quanto queria), Enrique me olhou com cara de reprovação, como quem diz “tsc tsc”. (Haja cultura de HQ para entender isso!) De novo, ele disse que exijo demais de mim mesmo, ainda mais em um sábado… Pois bem, eu sou assim. Aí está um dos motivos por que talvez devesse fazer terapia – mas meus pais acham graça quando sugiro isso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s