Mas o dilema não estava resolvido?

Apesar de todos os argumentos pela escolha do Direito, nenhum era forte o suficiente para que eu pudesse abrir mão da minha vontade de escrever, que já era inarredável. Então optei pelo Jornalismo. Também.

Fiz quatro das seis cadeiras obrigatórias do primeiro semestre do curso (Lingüística, Sociologia, Filosofia e Língua Portuguesa I), além de uma eletiva (Ecologia), ao longo de sete semestres letivos (falhando um ou outro). Para algumas dessas cadeiras, ia uma vez por semana a Porto Alegre; para outras, minha presença era meio real, meio virtual – ia a algumas aulas, mas entregava trabalhos por e-mail.

Estudar na Fabico foi uma experiência e tanto – enriquecedora e também esclarecedora. Posso dizer que estudei na UFRGS. Posso também dizer que sou 7,84% de um jornalista. E posso ainda dizer que isso não é pra mim. Não perdi a vontade de comunicar nem a admiração pela profissão do jornalista. Só cheguei a uma singela conclusão. Num belo dia, percebi que, se queria escrever, não precisava estudar Jornalismo – era só escrever!

Meus colegas da UFRGS vão se formar no fim deste ano. (Refiro-me aos meus primeiros colegas – vale lembrar que estou há vários semestres letivos no primeiro semestre do curso!) Gostaria de receber um convite para a formatura. Participando como espectador, talvez satisfizesse a partezinha de mim que gostaria de que eu fosse um dos formandos…

Prédio da Fabico
(Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS)
Os créditos devem ser do Núcleo de Fotografia

2 ideias sobre “Mas o dilema não estava resolvido?

  1. MDBrauch

    Resumir o longo affair que tive com o Jornalismo em um curto post? É a coisa mais impressionantemente breve que já consegui fazer. Estou surpreso com minha recém-nascida capacidade de síntese!Mas é claro que as histórias que vivi na Fabico (e nas minhas sete horas semanais de viagem até lá!) dão quase um livro; nem de longe cabem num só post…

    Curtir

    Resposta
  2. Gabriela Zago

    Sete semestres condensados em 4 parágrafos? Nada mal 🙂 Bem que podias falar também de algumas dessas ‘aventuras’ de ir até Poa para assistir as aulas semanalmente…E, bem, o curso jornalismo é completamente inútil para quem gosta (só) de escrever, porque a gente passa quase 90% do tempo aprendendo sobre as outras mídias (tv, rádio, foto) – ao menos no maravilhoso curso da Ucpel é assim :PBom, e nem vou perguntar mais sobre o teu outro curso… suponho que já estejas preparando um post sobre ele 🙂

    Curtir

    Resposta

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s